Fisioterapia Cardiorespiratória

Imagem-2.jpg

A especialidade

A Fisioterapia IOTI disponibiliza um tratamento especializado e personalizado para os pacientes que têm por objetivo a consolidação de propostas terapêuticas com uma atuação multiprofissional voltada para a recuperação e o bem-estar. O Fisioterapeuta tem por objetivo restaurar as funções comprometidas depois de um estágio de doença.

Os procedimentos da Fisioterapia contribuem para a prevenção, cura e recuperação da saúde. Para que o Fisioterapeuta eleja os procedimentos que serão utilizados, ele terá de proceder à elaboração do diagnóstico Cinesiológico Funcional identificando a abrangência da disfunção, assim como acompanhar a resposta terapêutica aos procedimentos indicados pelo próprio profissional.

Os mais conhecidos e utilizados recursos fisioterapêuticos:

  • Cinesioterapia Respiratória - A Cinesioterapia Respiratória tem por objetivo a liberação de secreções que podem causar obstrução das vias aéreas centrais e periféricas, além da promoção da função respiratória normal de forma eficaz.

  • Manobras de Higienização Brônquica - São técnicas utilizadas há muitas décadas, que objetivam prevenir ou reduzir as conseqüências mecânicas da obstrução, como hiperinsuflação, má distribuição da ventilação pulmonar, aumentando a clearance mucociliar da via aérea. 

  • Recondicionamento Muscular - São exercício aeróbio e  treino de força com pesos fundamentais no incremento de capacidade física e qualidade de vida, principalmente naqueles indivíduos que apresentam repercussões de doenças pulmonares. 

Fisioterapia Cardiorespiratória no Pós COVID

Estudos recentes têm demonstrado que muitos pacientes acometidos por COVID-19 podem apresentar sintomas persistentes de:

  • Fadiga;

  • Dores articulares e musculares;

  • Persistência da perda de olfato e paladar;

  • Perda de memória, foco e concentração;

  • Ansiedade depressão;

  • Insônia e sono não reparador;

  • Falta de ar e perda de condicionamento físico para atividades do dia a dia;

  • Alterações gastrointestinais;

  • Desregulação do sistema nervoso simpático e parassimpático. Isso pode levar a palpitações, tonturas e mal estar vago;

  • Queda de cabelo e manchas vermelhas.

Esses sintomas pode m acometer pacientes de qualquer faixa etária e em mesmo aqueles cujos sintomas do COVID-19 tenham sido de leves a moderados.

A síndrome long-covid deve ser abordada e tratada o mais precocemente possível.

Faça o agendamento online. É fácil, rápido e seguro.